“EMPIRISMO”

John Locke (1632-1704) - o fundador do Empirismo

Nome genérico das correntes filosóficas em que o conhecimento é visto como resultado da experiência, sendo aceitas apenas verdades que possam ser comprovadas pelos sentidos. Rejeita os enunciados metafísicos – baseados em conceitos que extrapolam o mundo físico – , em razão da impossibilidade de teste ou controle.

A noção de gravidade, por exemplo, faz parte do mundo sensível; já o conceito de bem seria do mundo metafísico. O Empirismo provocou revolução na ciência. Partindo da valorização da experiência, o conhecimento científico, que antes se contentava em contemplar a natureza, passou a querer dominá-la, buscando resultados práticos.

O inglês John Locke (1632-1704) é considerado o fundador da Escola Empirista. No século XVIII, o principal nome é do escocês David Hume (1711-1776).

No empirismo contemporâneo, também chamado de positivismo lógico, destacava-se o austríaco Ludwig Wittgenstein (1889-1951).

“ESCOLA DE FRANKFURT”

Juergen Habermas - um dos últimos remanescentes da Escola de Frankfurt ainda vivos

Grupo de pensadores alemães que, no século XX, se dedicou a reflexões e críticas sobre a razão , a ciência e ao avanço do capitalismo. Eles consideravam a racionalidade tecnológica do mundo moderno uma nova forma de dominação cultural.

Influenciados pelas idéias de Karl Marx (1818-1883) e Max Weber (1864-1920) , esses filósofos contrapõem-se ao funcionalismo de Émile Durkheim (1858-1917), que concebe a sociedade como um organismo com funções específicas, desconsiderando o processo histórico.

Entre os expoentes da Escola de Frankfurt destacaram-se Walter Benjamin (1892-1940), Theodor Adorno (1903-1969) e, mais tarde,  Jürgen Habermas (1929 -).

“ESTRUTURALISMO”

Saussure

Corrente de pensamento que adota a estrutura – um conjunto de elementos relacionados entre si e com o todo – como conceito metodológico essencial.

O estruturalismo começa no início do século XX , com o trabalho do linguista suíço Ferdinand de Sausurre ( 1857-1913 ) , tornando-se mais tarde uma das principais correntes das ciências humanas. Na filosofia, não chega a ser uma escola com contornos definidos , mas teve grande difusão por levar à compreensão mais abrangente do conjunto dos fatos.

“CARTESIANISMO”

Descartes

Movimento filosófico cuja origem é o pensamento do francês René Descartes (1596-1650) , considerado o fundador da filosofia moderna .

Para Descartes, nem os sentidos, que podem enganar-nos , nem as idéias , que seriam confusas , são capazes de nos conduzir ao entendimento da realidade. Assim , desenvolve um sistema de raciocínio que se baseia no método da dúvida e da evidência , sem pressupor certezas nem verdades , como era tradição entre os pensadores que o antecederam.

O método cartesiano transforma o mundo em algo que pode ser quantificado , revolucionando todos os campos do pensamento à época e permitindo o desenvolvimento da ciência moderna.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 148 outros seguidores